domingo, 20 de abril de 2014

Resenha - Extraordinário - R. J. Palacio.



Informações do livro:


Editora: Intrínseca.
Autora: R.J. Palacio.
Páginas: 320.
Título original: Wonder.

Minha avaliação:

Nota: 10.
Capa: 7,0.
Diagramação: 10.


"August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso ele nunca frequentou uma escola de verdade... até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.


Narrado da perspectiva de Auggie e também de seus familiares e amigos, com momentos comoventes e outros descontraídos, Extraordinário consegue captar o impacto que um menino pode causar na vida e no comportamento de todos, família, amigos e comunidade - um impacto forte, comovente e, sem dúvida nenhuma, extraordinariamente positivo, que vai tocar todo tipo de leitor."



"Toda pessoa deveria ser aplaudida de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo."

Nesse livro conhecemos August, um menino que não deu certo na vida. Alguns nascem feios, alguns tem espinhas em lugares indesejáveis, alguns não tem celular, alguns não tem um Kobo, alguns podem não ter amigos, mas nada disso se compara com os problemas do Auggie. Auggie nasceu com uma síndrome genética que desfigurou completamente seu rosto e já é uma grande sorte que ele tenha conseguido sobreviver!




"Uma vez ela (Via) mencionou que um médico disse aos pais dela que a probabilidade de alguém ter a combinação de síndrome que resultou no rosto de Auggie é de uma em quatro milhões, então isso não faz do universo uma loteria gigantesca? Você compra um bilhete quando nasce e é só um acaso ter um bilhete bom ou ruim, é questão de sorte.

Auggie viveu sua vida toda em casa tendo aulas em casa com sua mãe, porém depois de 10 anos os pais de Auggie decidem botar o menino na escola, pela primeira vez. No livro vemos então a jornada de August no quinto ano, onde ele enfrentara varias coisas, mas achará o lado bom com amigos verdadeiros.


Não, não é tudo um acaso, se fosse o universo nos abandonaria á própria sorte, e o universo não faz isso, ele cuida de suas criações mais frágeis de formas que não vemos, como com pais que amam cegamente e uma irmã mais velha que se sente culpada por ser humana com relação á você, e um garotinho de voz grave que perdeu os amigos por sua causa e até uma garota de cabelo rosa que carrega sua foto na carteira, talvez seha uma loteria, mas o universo deixa tudo certo no final, o universo cuida de todos os seus pássaros."


O livro no começo é apenas narrado por Auggie, mas então descobrimos que o livro é dividido em partes com diferentes narradores, permitindo uma visão ampla de como as pessoas acompanham a história e como recebem ou vem o Auggie na sua vida.



Eu acho que a capa não tem la muito a ver com a cara do August sendo que ele no livro ele é descrito de um modo muito diferente.

“Vamos criar uma nova regra de vida... sempre tentar ser um pouco mais gentil que o necessário?”

A autora consegue abranger um assunto de grande importância em uma forma leve e gentil. Esse livro bateu meu record e de livro com mais paginas que li mais rápido (6 horas). É um livro que esta 15 reais nas lojas on-line para uma história super incrível. Eu recomendo para todos, não importa se tenha problemas ou não, leia a extraordinária história de Auggie.

Natan.